Aqui onde a vida dobra a esquina, a gente se fala... e se refugia do desinteressante...
Porque tudo é uma questão de opção. Assim podemos ser cidadãos do mundo, carregando sóis gelados e luas coloridas. Podemos ter olhos para o bem estar alheio e estocar imensos pacotes de riso fresco. Não se iludir... mas fantasiar. Ser um sim dos momentos vagos, um enorme talvez das possibilidades. Enxergar tudo que gostamos e "passar batido" pelo que não apreciamos. Ser de empréstimo, de "por acaso", eternos olás de distribuição gratuíta ou pequenos adeuses restritos... Ser um moinho de vento. Até quem sabe, e por que não, o último biscoito do pacote?

8 de jun de 2009

AJUDANDO OS PASSARINHOS


Esta é para quem masca chicletes.
EMBRULHE OS CHICLETES ANTES DE JOGAR FORA.
Atraídos pelo cheiro adocicado e pelo sabor de fruta, os passarinhos comem restos de chicletes deixados, irresponsavelmente, em qualquer lugar. Ao sentirem o chiclete grudando em seu biquinho, tentam, desesperados, retirá-lo com os pés... E aí, acontece o pior: acabam sufocados.
Favor, embrulhe o chiclete num pedaço de papel
e jogue-o no lixo.
Nosso papel, portanto, como adultos, é conscientizar as crianças, afim de que, caso masquem chicletes (o que não deveriam fazer dados os malefícios que trazem aos dentes, a desnecessária ingestão de açúcar, o fato de ocasionar lentidão de raciocínio, entre outras coisas)o joguem no lixo.
Seja você também, consciente, e, ajude a natureza. Visite o site aldeia sustentável.